Motociclistas de São Paulo querem facilidades para circular

post1

Manifestação de motociclistas em São Paulo terminou na noite de hoje (26) em frente à Câmara Municipal paulistana, onde entregaram uma carta com reivindicações aos vereadores, entre as quais medidas para melhorar a circulação e o estacionamento de motos na capital paulista.

Antes de chegarem à Câmara, os motociclistas bloquearam diversas vias da capital paulista, como as Avenidas dos Bandeirantes e 23 de Maio e a Rua Líbero Badaró, provocando congestionamento na cidade. Eles também fizeram uma parada rápida em frente à prefeitura, onde pretendiam ser recebidos pelo prefeito da cidade, Fernando Haddad, o que não ocorreu.

Segundo o Sindicato dos Mensageiros Motociclistas, Ciclistas e Moto-Taxistas do Estado de São Paulo (SindimotoSP), o protesto reuniu 10 mil motociclistas no momento de maior concentração. A Polícia Militar disse não ter calculado o número de participantes do protesto.

Os motociclistas reclamam na carta da proibição de motos circularem nas marginais [hoje, as motos não podem circular pela Marginal Tietê, mas, segundo os motociclistas, também está em estudos proibir a circulação na Marginal Pinheiros]; do estreitamento de faixas do trânsito nas vias públicas; da falta de bolsões de estacionamento no centro da cidade; da redução de velocidade sem campanhas de educação e da falta de campanhas de educação no trânsito para motociclistas.

Veja matéria completa…

 

Matéria da Exame.com